Nacional de Direito

Tempo livre A questão do tempo livre - o que as pessoas faze 28520

Tempo livre           

A questão do tempo livre - o que as pessoas fazem com ele, que chances

eventualmente oferece o seu desenvolvimento - não pode ser formulada em

generalidade abstrata. A expressão, de origem recente - aliás, antes se

dizia ócio, e este era um privilégio de uma vida folgada e, portanto,

algo qualitativamente distinto e muito mais grato -, opõe-se a outra: à

de tempo não livre, aquele que é preenchido pelo trabalho e, poderíamos

acrescentar, na verdade, determinado de fora.           

O tempo livre é acorrentado ao seu oposto. Essa oposição, a relação em

que ela se apresenta, imprime-lhe traços essenciais. Além do mais, muito

mais fundamentalmente, o tempo livre dependerá da situação geral da

sociedade. Mas esta, agora como antes, mantém as pessoas sob um

fascínio. Decerto, não se pode traçar uma divisão tão simples entre as

pessoas em si e seus papéis sociais. (...) Em uma época de integração

social sem precedentes, fica difícil estabelecer, de forma geral, o que

resta nas pessoas, além do determinado pelas funções. Isso pesa muito

sobre a questão do tempo livre. Mesmo onde o encantamento se atenua e as

pessoas estão ao menos subjetivamente convictas de que agem por vontade

própria, isso ainda significa que essa vontade é modelada por aquilo de

que desejam estar livres fora do horário de trabalho.           

A indagação adequada ao fenômeno do tempo livre seria, hoje, esta: "Com

o aumento da produtividade no trabalho, mas persistindo as condições de

não-liberdade, isto é, sob relações de produção em que as pessoas

nascem inseridas e que, hoje como antes, lhes prescrevem as regras de

sua existência, o que ocorre com o tempo livre?" (...) Se se cuidasse de

responder à questão sem asserções ideológicas, tornar-se-ia imperiosa a

suspeita de que o tempo livre tende em direção contrária à de seu

próprio conceito, tornando-se paródia deste. Nele se prolonga a

não-liberdade, tão desconhecida da maioria das pessoas não-livres como a

sua não-liberdade em si mesma.                           [O trecho abaixo refere-se ao cargo Analista do Seguro Social/Direito]           

Podemos esclarecer isso de maneira simples por meio da ideologia do

hobby. Na naturalidade da pergunta sobre qual hobby se tem, está

subentendido que se deve ter um, provavelmente também já escolhido de

acordo com a oferta do negócio do tempo livre. Liberdade organizada é

coercitiva: "Ai de ti se não tens um hobby, se não tens ocupação para o

tempo livre! Então tu és um pretensioso ou antiquado, um bicho raro, e

cais em ridículo perante a sociedade, a qual te impinge o que deve ser o

teu tempo livre." Tal coação não é, de nenhum modo, somente exterior.

Ela se liga às necessidades das pessoas sob um sistema funcional. No

camping - no antigo movimento juvenil, gostava-se de acampar -, havia

protesto contra o tédio e o convencionalismo burgueses. O que os jovens

queriam era sair, no duplo sentido da palavra.

Passar-a-noite-a-céu-aberto equivalia a escapar da casa, da família.

Essa necessidade, depois da morte do movimento juvenil, foi aproveitada e

institucionalizada pela indústria do camping. Ela não poderia obrigar

as pessoas a comprar barracas e motor homes, além de inúmeros utensílios

auxiliares, se algo nas pessoas não ansiasse por isso; mas a própria

necessidade de liberdade é funcionalizada e reproduzida pelo comércio; o

que elas querem lhes é, mais uma vez, imposto. Por isso, a integração

do tempo livre é alcançada sem maiores dificuldades; as pessoas não

percebem o quanto não são livres lá onde mais livres se sentem, porque a

regra de tal ausência de liberdade lhes foi abstraída.T. W. Adorno. Palavras e sinais, modelos críticos 2. Maria Helena Ruschel (Trad.). Petrópolis: Vozes, 1995, p. 70-82 (com adaptações).Considerando os sentidos e aspectos lingüísticos do texto acima, julgue o próximo item.Do primeiro parágrafo do texto, depreende-se que a idéia de tempo livre, isto é, a de tempo não ocupado pelo trabalho, não é nova.

Questão no QuestionsOf: Tempo livre A questão do tempo livre - o que as pessoas faze 28520

Questões similares